Lesão de Ombro (lesão do Manguito rotador)

O manguito rotador é o principal grupo muscular que compõe o ombro.

Este grupo é formado pelos músculos supraespinhoso, subescapular, infraespinhoso e redondo menor.
O manguito rotador é responsável pela estabilização da cintura escapular (ombro).
Cada músculo é responsável por uma determinada função:
* supraespinhoso – inicia o movimento de abdução do braço e estabiliza a articulação, mantendo cabeça do úmero dentro da cavidade glenóide da escápula;
* subescapular – responsável pelo movimento de rotação interna e adução do braço;
* infraespinhoso- responsável pelo movimento de rotação externa do braço,
* redondo menor – responsável pelo movimento de rotação externa e adução do braço
Lesões mais comuns

Uma das lesões mais comuns do manguito é a síndrome do impacto, que pode ocorrer por trauma, falta de irrigação sanguínea dos músculos e degeneração ligada `a idade.
Normalmente quando realizamos movimentos de abdução e flexão de ombro acima de 90 graus e movimentos rotacionais, impactamos o espaço articular do ombro, causando microtraumas nos tendões que ali estão.
Esses microtraumas ocorrem em fases evolutivas: edema, hemorragia, fibrose, tendinite e ruptura do tendão ( sendo este último indicação de cirurgia). Dos quatro músculos o mais comprometido é o supraespinhoso.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico pode ser feito através de testes especificos, raio x e ressonância magnética.

O tratamento pode ser conservador e em alguns casos cirúrgicos.
O tratamento conservador, pode ser feito através do uso de anti-inflamatórios, repouso e fisioterapia.

A fisioterapia tem um papel importante em todas as fases da lesão, tendo como objetivo: ganho e/ou manutenção da amplitude do movimento, fortalecimento muscular com aumento de carga progressiva,
analgesia (eletrotermoterapia + gelo), orientações quanto as atividades diárias , entre outros…….

Prevenção

A melhor maneira de prevenir qualquer tipo de lesão, é manter os músculos alongados e fortalecidos, evitando retrações, desequilibrios musculares e instabilidade articular, que podem levar à futuras lesões no manguito rotador.

Procure fazer atividades físicas adequadas ao seu ritmo duas ou três vezes por semana com supervisão de um profissional.

Leave a Reply